× ENTRAR CADASTRE-SE
meu agronegocio cbc

Plataforma digital é novo balcão de negócios agrícolas no Brasil

Para comprar insumos e defensivos para a sua lavoura, não é mais preciso sair de casa, receber vendedores na propriedade ou pegar o telefone e contatar fornecedores. Da mesma forma, na hora de vender sua produção, é possível acessar um maior número de clientes com o menor esforço. Acompanhando a tendência mundial, os negócios agrícolas do Brasil migram aos poucos para a internet.

Negócios agrícolas no mundo digital

Vendas por WhatsApp, contatos com clientes por Skype. As novas tecnologias oferecem aos negócios agrícolas um potencial superior ao da simples comunicação entre quem compra e quem vende.

Se as pessoas frequentemente buscam na internet soluções para suas demandas de consumo, de olho na praticidade e segurança do comércio eletrônico, por que no agronegócio deveria ser diferente? Foi com esse pensamento que a CBC Agronegócios se lançou no final de 2015 como o primeiro canal digital a conectar atores envolvidos na comercialização de commodities agrícolas no Brasil.

Na prática, não se trata de uma plataforma de e-commerce, mas de marketplace, o que traduzindo para o português significa que ela não vende diretamente nenhum produto, mas reúne compradores e vendedores. E é através dela que os negócios acontecem, em um formato muito diferente do tradicionalmente praticado no mercado agrícola.

Por um lado, saem de cena o contato direto, por telefone ou mesmo pessoal. De outro, surge a negociação online, pelo computador, de pequenos ou grandes volumes, para o mercado interno ou externo. A possibilidade de comprar ou vender em breves cliques dá acesso às melhores ofertas para produtores rurais e empresas de qualquer porte e de todo o Brasil.

Além de possibilidade de ampliar o mercado, o mundo digital oferece ao agronegócio um ambiente dinâmico, prático e confiável, utilizando um sistema de segurança da informação semelhante ao bancário.

Novas ferramentas demandam novos hábitos

Se tudo isso parece muito moderno para você, entenda que sua reação é natural. Afinal, como define Eder Campos, diretor operacional da CBC Agronegócios, trata-se de um novo hábito, uma quebra de cultura.

Ele destaca que o agronegócio brasileiro sempre foi marcado por evolução, safras recordes e muita tecnologia incorporada, mas na comercialização era diferente, e as práticas se mantinham iguais às de décadas passadas.

Para mudar essa realidade, nada melhor que convencer seus atores de que há ganhos em produtividade (otimizando o tempo) e em lucratividade (reduz-se custos e ganha-se dinheiro comprando e vendendo na internet).

Segundo Campos, os setores de grãos e químicos são aqueles que melhor responderam à nova tecnologia até o momento. Em breve, ele espera o avanço da plataforma digital para outras cadeias, como etanol e algodão, assim como um incremento nos negócios em culturas como soja, milho e café.

Como negociar na web

A CBC Agronegócios funciona 24 horas por dia, contando com mais de 300 produtos cadastrados. Após cadastro no site, é possível visualizar detalhes das ofertas, como volume disponível e preço, além de tempo restante para o anúncio expirar, permitindo comparar com mercadorias semelhantes também divulgadas na plataforma.

Conforme o diretor da empresa, em breve, a interação no ambiente ficará mais facilitada com o lançamento de uma versão mobile (para smartphones e tablets).

O produtor rural conta com perfil específico no ambiente online e, além de comprar, pode fazer ofertas tal qual as grandes empresas. “Ele tem todo um atendimento e um condutor de negócios para ajudá-lo no primeiro acesso”, esclarece. “A busca é que ele encontre na ferramenta uma melhor solução para ganhar velocidade, eficiência e ter redução de custos para tocar seu dia a dia e focar no que é mais importante”, finaliza.

 

Confira a matéria na íntegra: clique aqui

Cadastre-se gratuitamente: clique aqui