× ENTRAR CADASTRE-SE

 

Dólar caindo ou Valorização do Real?

 

Entenda o que de fato está acontecendo e como ficar atento as variações junto com a CBC Agro.

 

 

Estudo do banco de investimentos suíço Credit Suisse aponta que o real brasileiro foi a moeda que teve maior valorização frente ao dólar americano superando os 15%. A análise também indicou valorização de moedas sul-americanas como os Pesos Colombiano e Chileno com percentuais acima de 4% e 1% respectivamente, dentre as 33 moedas presentes na pesquisa.

 

Alguns fatores podem explicar essa variação cambial como o aumento da taxa básica de juros brasileira, a Selic, de 10,75% para 11,75% ao ano superando o acumulado da inflação nos últimos 12 meses que atingiu os 10,54% até fevereiro de 2022. Na prática, isso quer dizer que os juros reais brasileiros são positivos já que eles superam os índices inflacionários ao contrário do que tem acontecido nos Estados Unidos que elevou a sua taxa básica de juros de 0,25% para 0,50% ao ano enquanto a inflação bate os 7,9%, ou seja, os juros reais norte-americanos são negativos.

 

Para o nosso país esse cenário é benéfico, pois aumentam os investimentos estrangeiros no país, o retorno da renda fixa aqui é mais atrativo que nos EUA. E impacta diretamente o mercado de Commodities (produtos básicos globais não industrializados), isso porque esse mercado representa 70% do total de tudo que é exportado pelo Brasil e no momento o preço desses produtos está em alta fazendo com que mais dólares entrem no país e que a oferta da moeda americana aumente e o preço dela em reais caia.

 

E como isso afeta o agronegócio? No curto prazo, essa queda acentuada das cotações do dólar impacta diretamente as margens de lucro dos produtores já que os insumos utilizados para cultivo, criações e culturas são cotizados na moeda e foram comprados quando o valor dela estava em alta e agora as safras e os demais produtos serão comercializados com preços menores, itens como o milho e o trigo podem ser os mais afetados por essa variação.

 

O relatório do Credit Suisse indica que precisamos estar em alerta em relação as taxas cambiais, pois é possível que nos próximos 3 meses voltemos a ver o dólar americano sendo cotado a R$ 5,00 e até o final do ano ele atinja os R$ 5,30, tendo como um dos principais motivos a incerteza em relação as eleições presidenciais que acontecerão em outubro, e qual será a política econômica adotada por esse novo governo.

 

Pensando em tudo isso, nós da CBC Agronegócios, adicionamos mais uma função a nossa plataforma, o quadro de comunicação e notícias. Segundo Junior Rodrigues, consultor da empresa, “Esta nova ferramenta, vai permitir a aproximação ainda maior dos usuários do nosso marketplace, trazendo conteúdos como cotações, dados sobre as variações do mercado e produtos que mais se destacam na plataforma, tudo isso para manter toda a cadeia do agronegócio atualizada”. O conteúdo exclusivo é criado em parceria com a Vanessa Fernandes – CEO da Agromarg , entre outros parceiros e será atualizado todos os dias estando disponível sempre que você fizer o login na plataforma.

 

Gostou da novidade?

 

Fique atento e informado, acesse diariamente para ter acesso as mais importantes notícias do dia!