× ENTRAR CADASTRE-SE
banner blog nova safra soja MT

Nova safra de Soja do MT pode ter queda diante das incertezas

 

O Mato Grosso pode sofrer uma queda na safra de 2017/2018. O Mato Grosso é o maior produtor de oleaginosa nacional. As quedas na safra podem chegar a 2,1% ante o recorde da temporada atual, para 30,58 milhões toneladas. O setor cita incertezas em questão a rentabilidade diante os preços mais baixos e os custos mais altos.

Esta queda na safra ocorreria em questão de uma área estável, uma alta apenas de 0,2% ante 2016/2017, com uma expectativa de redução de 2,3% na produtividade na comparação com o recorde atual da temporada.

A área estável ficará plantada, se o mercado internacional não melhorar em Chicago pode ainda perder área, ou se até mesmo o câmbio não melhorar. O produtor pode se retirar das áreas menos produtivas, áreas novas, áreas com menor potencial produtivo. Pensa o presidente da Aprosoja MT e agricultor Endrigo Dalcin.

Dependendo do clima, o próximo plantio só vai começar em setembro, mas era esperado que os agricultores já estivessem se preparando com a aquisição de insumos de forma mais acelerado, realidade que não está acontecendo, muitos ainda nem compraram sementes, segundo Dalcin.

Existe uma incerteza quanto ao preço futuro, existe uma grande safra nos EUA. Se nada acontecer e se o câmbio não tiver nenhuma oscilação. O problema é a rentabilidade, que assim o produtor vai fugir das áreas marginais. Justifica os motivos que levariam a área a sofrer a queda, na pior das hipóteses.

O Mato Grosso vendeu até agora 1,74% da safra de soja de 2017/2018, segundo informações da Imea, o que aponta um início mais devagar das vendas neste ano, já que no ano passado, na mesma época, as vendas eram de 8,9%.

Muita gente não vendeu a soja esperando melhorar um pouco o preço, deixando muito indefinida a próxima safra.

Não perca tempo, conecte-se aqui. O cadastro é gratuito. Clique aqui para se cadastrar

Já é cadastrado, crie seu hábito produtivo. Insira indicações e acompanhe mercado.

Fique firme, um hábito surge depois de “66 repetições”. Uma caminhada que exige esforço, mas pode ser de grande valor.