× ENTRAR CADASTRE-SE

Mercado de sebo deve enfrentar aumento na oferta

Segundo o levantamento mais recente da Scot Consultoria, em São Paulo, até maio o mercado de sebo sofrerá aumento de oferta do produto, com consequências na cotação. O aumento na oferta de boiadas para abate até maio pode resultar em aumento da oferta de sebo no mercado e pressionar negativamente as cotações, que vêm caindo desde o começo do ano.

Em suas análises, a Scot Consultoria aponta que houve redução da rentabilidade da cria no ano passado. Assim, 2018 deve ser um ano de aumento da oferta de fêmeas para abate, que normalmente chegam ao gancho em maior volume em março e maio. É esse descarte maior de fêmeas que pode colocar mais sebo disponível no mercado.

Desde o começo do ano, a cotação do sebo caiu 8,7%. No Brasil Central o produto tem sido negociado por R$ 2,10/kg, sem imposto e há negócios em valores menores, com as indústrias de biodiesel testando preços mais baixos. Apesar da valorização de 8,9% da soja no período, há pressão sobre a gordura bovina. Ambas as matérias-primas competem na produção de biodiesel.

Neste cenário de pressão de baixa nas cotações, uma boa opção de negócios é a compra e venda direta do produto pela internet. O marketplace da CBC Agronegócios oferece uma vantagem competitiva par quem compra e vende graxarias, já que não há cobrança de uma percentagem sobre o valor total do negócio. Com isso, os negócios podem ter mais liquidez, compensando a pressão de baixa sobre as cotações.