× ENTRAR CADASTRE-SE
banner blog algodao margem lucro

Algodão: produtividade e margem de lucro aumentam neste ano

 

Ao contrário de produtores de grãos, o produtor de algodão está otimista com os preços neste ano. A média de produtividade deve ser uma das maiores da história. Durante evento promovido pela Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa), analistas abordaram o cenário atual da cultura e o bom momento para fechar vendas no mercado futuro e travar a compra de insumos.O presidente da associação e produtor, Inácio Carlos Urban, comparou a situação do algodão com outras culturas, como soja e milho, que neste ano sofrem com os preços. “Esse ano, a margem do algodão vai ser superior a de soja e milho em Minas Gerais. Os preços da soja e do milho caíram muito então você precisa de altas produtividades para conseguir empatar. Já no algodão, nós vamos ter uma pequena margem de lucro ainda”.

Em Minas Gerais, a colheita do algodão já atingiu 40% da área total, que nesta safra está estimada em dezoito mil hectares. A produção esperada é de vinte e sete mil toneladas de algodão em pluma.

A produtividade média da cultura na safra 2016/2017 vai ser a segunda maior já registrada, com mil e seiscentos quilos de algodão em pluma por hectare. Para o analista econômico do Rabobank Victor Ikeda, além do bom rendimento das lavouras, os preços são determinantes para elevar a margem de lucro. “No ciclo 2015/2016, nós vimos preços no mercado internacional próximo de US$ 0,60 por libra peso. Esse ano está próximo a US$0,75 por libra peso. então além de uma questão de produtividade boa, tivemos a questão de preços que ajudaram as margens do cotonicultor no Brasil este ano”, explica Ikeda.

O momento é favorável para o produtor negociar parte da produção da próxima safra no mercado futuro, segundo Ikeda. Aproveitando, assim, os bons preços já que a tendência é de preços menores ao longo do próximo ciclo produtivo.

O presidente da Associação, Inácio Urban, acredita que o produtor também deve aproveitar o momento para fazer as compras de insumos utilizando as ferramentas de Barter. “Nós precisamos acompanhar o clima no mundo, aproveitar as oscilações de baixa e agora é o momento para isso. Produtor deve sempre ficar de olho nas commodities e nos insumos”, afirma. Durante o evento, também foram discutidas as condições climáticas para a próxima safra da cultura, rumos da política brasileira e os desafios para aumentar a produtividade do algodão. Para o consultor Dejalma Zimmer, os três principais fatores são os cuidados com a semente, construção do solo e técnicas de plantio.

“E preciso posicionar bem a semente porque onde você colocar a semente é que vai existir a planta. A melhora maneira para ajustar a dose de adubo, água e solo é a boa distribuição na linha de semeadura horizontalmente e na profundidade ser uniforme. Com isso você dá condições iguais para a planta”, comenta Zimmer

 

 

Já conhece a CBC Agronegócios? A CBC é o maior site de comercialização do agronegócio. Através da CBC Agronegócios você pode se conectar com milhares de empresas para comprar ou vender seus insumos agrícolas. Basta se cadastrar, colocar sua oferta ou negociar com outras partes. Clique aqui para se cadastrar

Já é cadastrado, crie seu hábito produtivo. Insira indicações e acompanhe mercado.

Conteúdo produzido pelo Canal Rural – www.canalrural.com.br. Acesse e fique por dentro das últimas notícias do agronegócio.